Notícia


MPC-PA COMEMORA O DIA DO SERVIDOR PÚBLICO COM PROGRAMAÇÃO ESPECIAL SOBRE AS CAMPANHA OUTUBRO ROSA E NOVEMBRO AZUL - 26/10/2018

Para comemorar o Dia do Servidor Público o Ministério Público de Contas do Estado do Pará (MPC-PA) realizará uma programação especial na terça-feira, 30, para tratar sobre as campanhas Outubro Rosa e Novembro Azul. O objetivo do evento é conscientizar membros e servidores sobre a importância da prevenção, o diagnóstico e o tratamento do câncer de mama e de próstata.


A programação contará com a participação da médica Oncologista Amanda Gomes que vai falar sobre o objetivo das campanhas que é conscientizar a população e os pacientes com câncer bem como seus familiares e amigos sobre a importância de munir-se de informação e participar ativamente da tomada de decisões no enfrentamento da doença.

O Grupo Laços de Amor também estará no MPC-PC e vai apresentar a exposição “Cicatrizes”. O grupo apoia mulheres que lutam contra o câncer de mama, doença que segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), somente no Brasil, atinge cerca de 156 mulheres por dia.

De acordo com a procuradora-geral do MPC-PA, Silaine Vendramin, a forma que o órgão escolheu para homenagear seus servidores este ano é no sentido de mostrar a eles a importância dos cuidados preventivos com a saúde.

“A valorização do servidor também se dá com a melhoria da qualidade de vida e isso está intimamente ligado com a saúde e prevenção, por isso estamos sempre preocupados em disponibilizar um ambiente saudável de trabalho e também de incentivo a hábitos saudáveis e de prevenção. Os dados sobre o câncer são alarmante e podem ser evitados com simples exames e esclarecimentos”.

Dados

Segundo dados do Inca, no mundo e no Brasil, o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres, correspondendo a cerca de 28% dos novos casos da doença a cada ano. Somente no Brasil, estima-se que ocorram 59.700 novos casos em 2018. Já o câncer de próstata, sem considerar os tumores de pele não melanoma, é o mais incidente entre os homens em todas as regiões do país, com uma estimativa de 68.220 novos casos para o biênio 2018-2019.

No Pará, o câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais recorrente, perdendo somente para o câncer de útero, com uma estimativa de 740 novos casos da doença em todo o Estado e 360 em Belém.  Importante lembrar que o câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença. O Inca estima, ainda, uma taxa de 31,38 casos, para cada 100 mil homens, de incidência de câncer de próstata no Estado.

Exames de Prevenção

Todas as mulheres, independentemente da idade, podem conhecer seu corpo para saber o que é e o que não é normal em suas mamas. A maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres. Durante o autoexame, é possível verificar se há indício de alguns dos sintomas, como presença de caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor; pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja; alterações no bico do peito (mamilo); e pequenos nódulos localizados embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço.

Embora haja controvérsias, os exames para o diagnóstico precoce do câncer de próstata devem ser realizados anualmente e incluem dosagem do PSA e toque retal. Para a maioria dos homens, recomenda-se que esses exames comecem a ser feitos aos 50 anos, e que sejam repetidos anualmente. Para os indivíduos negros e para aqueles com parentes de primeiro grau com história de câncer de próstata (pai e irmãos), os exames estão indicados a partir 40 anos de idade.

Serviço
Ascom/MPC-PA
Rosana Magno
Tel: (91) 3321-0146
E-mail: ascom@mpc.pa.gov.br
Fontes: Instituto Nacional do Câncer (Inca) 
Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa)
Instituto Vencer o Câncer